Gaia (Adoa Coelho)

Gaia é a personificação do antigo poder matriarcal das antigas culturas Indo-Européias. É a Grande Mãe que dá e tira, que nutre e depois devora os próprios filhos após sua morte. É a força elementar que dá sustento e possibilita a ordem do mundo. Nos mitos gregos, os conflitos entre Gaia e as divindades masculinas representam a ascensão do poder patriarcal e da sociedade grega sobre os povos pré-existentes.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Livros

Escrever um livro é como entrar numa montanha russa.
Podemos rir, gritar, enjoar, revirar as entranhas, até morrer, que ela só pára quando estiver satisfeita. Leva-nos por onde tiver de nos levar.

No fim, se a soubermos dominar... pode ser que nos pague do sofrimento...

2 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Está bem visto!

maria manuel disse...

nunca escrevi um livro, alguns poemas, raros contos, e sim, tem algo de montanha russa ;)

abraço.