Gaia (Adoa Coelho)

Gaia é a personificação do antigo poder matriarcal das antigas culturas Indo-Européias. É a Grande Mãe que dá e tira, que nutre e depois devora os próprios filhos após sua morte. É a força elementar que dá sustento e possibilita a ordem do mundo. Nos mitos gregos, os conflitos entre Gaia e as divindades masculinas representam a ascensão do poder patriarcal e da sociedade grega sobre os povos pré-existentes.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Canção só para ti

"Em memória de Romy Schneider, minha eterna diva!"

Nunca cheguei a dizer-te
Adeus
Good-bye
Hasta siempre!

Nunca cheguei a calar
os meus gritos
porque nunca me ouviste
nem escutaste
a latitude dos meus idiomas.

Nunca cheguei a dizer-te:
Vivi.

Só tu. Mesmo sem
ti
deixaste mais só
a canção.
Sem dizer-te nada de mim.

Afinal, nunca cheguei a cantar
a falar
para ti.

C. C.
in "Desesperadamente"

Também eu a ti nunca cheguei a dizer "até logo" (nunca gostei da palavra "adeus", soa muito a permanente).
Sei que onde estás, deves ter sido recebido por ela, a tua diva.
Deves estar a deliciar-te, mas sabes? Nós, os que ficamos ainda por cá... estamos tristes por teres partido.

Até logo meu querido.