Gaia (Adoa Coelho)

Gaia é a personificação do antigo poder matriarcal das antigas culturas Indo-Européias. É a Grande Mãe que dá e tira, que nutre e depois devora os próprios filhos após sua morte. É a força elementar que dá sustento e possibilita a ordem do mundo. Nos mitos gregos, os conflitos entre Gaia e as divindades masculinas representam a ascensão do poder patriarcal e da sociedade grega sobre os povos pré-existentes.

domingo, 9 de junho de 2013

As Horas



O Tempo 
marca passos
no vazio.

A vida
é o que
acontece 
sem horas
marcadas.

Por isso
o Tempo
não lhes tem
mão
e as horas
passam
desenfreadas.




1 comentários:

Elisandra disse...

Olá Adoa,
Escrevi uma análise sobre seu conto publicado no livro Corda Bamba...se quiser dar uma conferida o link é este: http://amagiareal.blogspot.com.br/2013/07/corda-bamba-4-edicao.html

Abraço da blogueira Elis!!